Atividade Física

Alimentação

Sedentarismo

Viva Com Saúde Total

Browse By

O que é Transtorno Obsessivo Compulsivo (TOC)?

O TOC é um transtorno de ansiedade. Ele faz parte do grupo dos transtornos ansiosos e ele tem uma base neurobiológica, ou seja, acontece por algumas alterações desencadeadas no cérebro. Essa condição cerebral do Transtorno Obsessivo Compulsivo vai afetar o modo como as crianças, adultos e idosos pensam. Então, nele as pessoas apresentam pensamentos, comportamentos repetitivos, que não têm sentido, são desagradáveis e trazem muito sofrimento para a pessoa. Mas, esses comportamentos são extremamente difíceis de serem evitados.

O TOC se caracteriza pelas obsessões e compulsões. Essas obsessões e compulsões vão ocupar uma quantidade considerável de tempo do portador, e vão interferir na relação familiar e social.

O que são essas obsessões?

Entende-se por obsessão, pensamentos, ideias, imagens que são intrusivos. Ou seja, a pessoa não quer apresentar aquele pensamento ou lembrar daquela imagem, mas eles invadem a vida daquela pessoa sem que ela tenha controle sobre isso. Em consequência, isso gera uma sensação de preocupação, culpa, temor ou de angústia. Um exemplo para você entender: sabe quando você dorme e acorda com aquela música repetitiva, que você não quer ficar se lembrando, mas ela fica o tempo todo na sua mente? É isso que acontece com o portador de TOC. Ele tem esses pensamentos repetitivos, que por mais que ele não queira lembrar, ele não tem controle. Por isso, esse pensamento fica o dia inteiro atrapalhando a qualidade de vida do portador.

Muitas vezes, o único jeito de se livrar desses pensamentos e dessas imagens intrusivas por algum tempo, é realizando os rituais dos comportamentos compulsivos. Porque eles vão seguir algumas regras rígidas que vão ajudar a aliviar a ansiedade. Muitas vezes, o paciente com toque pode apresentar o chamado pensamento mágico. Nesse pensamento, o paciente com Transtorno Obsessivo Compulsivo acredita que, se ele fizer certos rituais, ele consegue impedir que desastres futuros, ou doenças, aconteçam para ele ou para familiares. Além disso, ele acredita também que pode alterar o curso de eventos futuros que venham a acontecer.

Evitação

Devido ao medo muito grande que o paciente de TOC tem de adquirir uma doença, de cometer falhas ou de ser responsável por algum acidente, ele passa a evitar situações que possam gerar esse medo. Dessa forma, esse comportamento, que é chamado evitação, começa a limitar cada vez mais o paciente. Então, o indivíduo deixa de frequentar lugares nos quais ele iria, deixa de ter determinadas atitudes que antes ele tinha, por medo de ter esse tipo de sintoma.

Obsessões

Quando se fala em obsessões, existem alguns temas que são mais frequentes em relação às obsessões do TOC. Geralmente os temas envolvem:

  • Agressividade: a pessoa começa a ficar preocupada com medo de situações de violência. Ela acha que a qualquer momento algo pode acontecer com ela e não deixa de pensar nisso. Ou fica com medo de que pessoas da família morram, medo de matar alguém ou se matar sem querer.
  • Sujeira/ contaminação: O indivíduo começa a ter medo de ter se contaminado. Então, se ele passar a mão no cano do metrô ou pegar em dinheiro, ele começa a ficar preocupado de ter adquirido alguma doença.
  • Conteúdo sexual: O paciente apresenta pensamentos desagradáveis de cunho sexual. Muitas vezes, esses pensamentos podem envolver a família, trazendo uma repulsa muito grande. Mas, ele não tem controle sobre isso.
  • Religião: O indivíduo começa a ficar com muito medo de ter cometido algum pecado ou sacrilégio.

Compulsões

As compulsões são rituais repetitivos, que vão fazer com que o indivíduo do TOC se sinta melhor ao realizá-los. Mas, esse alívio é temporário. Às vezes a pessoa tem como sintoma principal apenas a compulsão, não tem tanto pensamento obsessivo.

Os rituais mais comuns incluem aqueles de verificação ou checagem. Então, o indivíduo checa se não matou ninguém, observando o carro o tempo todo por várias vezes. Além disso, antes de sair de casa checa se fechou o gás, se desligou a luz, com medo de causar alguma catástrofe em casa. Também, existem as compulsões com higiene e limpeza, gastando muito tempo no banho ou lavando muitas vezes a mão, a ponto de machucá-la.

Em relação à ordenação, a pessoa pode gastar muito tempo organizando os objetos que tem na mesa, para que fiquem organizados de forma simétrica. Não tem problema em ser organizado, mas, se você gasta muito tempo nisso, não sobrando tempo para outra atividade, isso é um problema.

O Transtorno Obsessivo Compulsivo é uma doença que vai se agravando com o passar do tempo. Por isso, é preciso ficar atento a ele, para começar o tratamento o quanto antes e, assim, obter uma melhora na qualidade de vida. As pessoas com TOC, geralmente, escondem esses sintomas das outras pessoas, por vergonha, por medo de não serem compreendidas. Para considerar que uma pessoa tem TOC, esses comportamentos obsessivos e compulsivos devem atingir uma gravidade suficiente para interferir na sua vida cotidiana. Ou seja, deve ter um sofrimento associado.

Fonte: TOC

Selecionadas Pra Você

    • This category has no posts!

Selecionadas Pra Você