Atividade Física

Alimentação

Sedentarismo

Viva Com Saúde Total

Browse By

3 doenças que afetam a fertilidade feminina

Muitas mulheres têm o desejo de se tornarem mães. Elas escolhem um parceiro que acreditam que será um bom pai. Às vezes se casam com ele e formam uma família. Outras, ainda criam os filhos sozinhas. Mas, se ser mãe é um desejo delas, elas não deixam isso de lado. No entanto, algumas mulheres apresentam dificuldades para engravidar. E existem algumas doenças que afetam a fertilidade feminina. Por isso, conhecê-las é importante, para que você saiba como proceder caso tenha alguma delas.

Se após um ano de relações sexuais, sem proteção, você não conseguiu engravidar. É possível que você seja infértil. Mas, o ideal é que, após esse período, você procure ajuda especializada para entender quais são os fatores que estão te impedindo de engravidar. Doenças, como: endometriose, síndrome dos ovários policísticos e miomas uterinos, podem afetar a sua fertilidade. E, é sobre essas doenças que vamos falar.

Endometriose

A endometriose é uma doença ginecológica que afeta um número considerável de mulheres. Nessa doença, um tecido semelhante ao tecido endometrial – tecido que reveste internamente o útero -, é encontrado em locais fora do útero. Esse tecido, geralmente, envolve as trompas de Falópio e os ovários. Além disso, na endometriose, esse tecido age como o tecido endometrial. Ou seja, ele aumenta sua espessura, descama e sangra. Mas, diferentemente do tecido endometrial, esse tecido semelhante não tem por onde sair. Logo, fica se acumulando na região em que está localizado. É comum que mulheres com endometriose sofram com dores, às vezes fortes e intensas, durante o período menstrual.

Os sintomas da endometriose variam de mulher para mulher. Muitas mulheres sofrem com cólicas menstruais. Mas, algumas mulheres que têm endometriose sentem dores pélvicas muito mais fortes e piores que o normal. Por outro lado, existem mulheres que não apresentam os sintomas dessa doença. Dentre os sintomas estão:

  • Como dito anteriormente, dor pélvica – especialmente no período menstrual;
  • Dor o urinar ou defecar – especialmente durante o período menstrual;
  • Dores durante e/ou após relação sexual;
  • Sangramento menstrual excessivo ou sangramento entre os ciclos menstruais;
  • Infertilidade ou dificuldade para engravidar;
  • Náusea, prisão de ventre, inchaço ou diarreia durante os períodos menstruais.

A endometriose pode comprometer a fertilidade impedindo que o óvulo e o espermatozoide se encontrem. Além disso, ela pode também danificá-los. O fato de você ter endometriose não significa que você será infértil. Porém, essa condição pode fazer com que você tenha dificuldades para engravidar. Mas, em casos mais avançados de endometriose, a infertilidade pode ser um problema real. Por isso, os médicos recomendam que mulheres diagnosticadas com essa doença, engravidem o quanto entes. Pois, a condição se agrava com o passar do tempo.

Síndrome dos Ovários Policísticos (SOP)

A síndrome dos ovários policísticos (SOP) é um distúrbio hormonal, que afeta de 6% a 19% de mulheres em idade reprodutiva, segundo o Ministério da Saúde. A SOP apresenta alguns sintomas que variam de mulher para mulher. Algumas apresentam sintomas mais leves, como apenas ciclos menstruais irregulares. Outras, apresentam sintomas mais graves, como dificuldade para engravidar. Além disso, existem outros sintomas, como: aumento de peso, acne ou aumento da oleosidade da pele.

O que são os ovários policísticos? Em primeiro lugar, é importante entender que ter SOP não significa que você tem cistos no ovário. O termo ovários policísticos é utilizado para definir a presença de pequenos folículos no ovário. E esses folículos interferem no processo de ovulação.

Devido à interferência dos efeitos da síndrome no processo de ovulação, muitas mulheres ovulam pouco, ou não ovulam. Por isso, elas apresentam dificuldades para engravidar, visto que a fertilidade fica prejudicada. Dessa forma, a SOP está entre as doenças que afetam a fertilidade feminina.

Alimentação saudável e a prática de exercícios físicos são ações preventivas e paliativas para esta doença. Uma vez que os níveis de insulina e gordura corporal contribuem para o desenvolvimento dessa doença. Além disso, a utilização de determinados hormônios pode ser uma alternativa para quem sofre com SOP. Mas, isso deve ser definido com seu médico.

Miomas uterinos

A presença de miomas uterinos também pode causar infertilidade. Os miomas uterinos são crescimentos formados por elementos da parede do útero e, geralmente, são benignos. Obesidade e menstruar precocemente são fatores de risco para essa condição. Mas, a presença de miomas no histórico familiar também contribui para que mulheres sofram com esse problema. Os miomas estão relacionados à infertilidade, pois, podem interferir no processo de implantação.

Muitas mulheres não sabem que têm miomas, por não apresentarem sintomas. Quando estes se manifestam, geralmente são:

  • Sangramento menstrual intenso ou por um longo período;
  • Os períodos menstruais podem ser dolorosos;
  • Vontade frequente de urinar;
  • Constipação;
  • Dor ou desconforto durante relações sexuais;
  • Dor abdominal ou nas costas e pernas.

Para se prevenir desta condição, hábitos saudáveis são essenciais.

Tenha um estilo de vida saudável. Caso você suspeite estar com alguma dessas doenças, procure o seu médico para realizar uma avaliação. Como foi apresentado, essas doenças afetam a fertilidade feminina. Se você também quer ser mamãe, cuide de você! Viva com saúde total!

AVISO LEGAL: O conteúdo disponibilizado neste Portal tem caráter educativo e Informativo, visando ao esclarecimento de dúvidas em relação a medidas preventivas de saúde, exames diagnósticos, tratamentos e problemas de saúde diversos, baseado em pesquisas realizadas em diversas fontes disponíveis na Internet. As informações constantes dos vídeos e Artigos publicados nesse site não substituem consultas a profissionais médicos, nem têm por objetivo ou devem ser interpretadas como diagnóstico, recomendação de plano de tratamento e muito menos prescrição de medicamentos. Em caso de dúvidas, procure seu médico.

Selecionadas Pra Você

    • This category has no posts!

Selecionadas Pra Você