Atividade Física

Alimentação

Sedentarismo

Viva Com Saúde Total

Browse By

Câncer de pele – como evitar?

Você sabia que o Câncer de pele é o tumor de maior incidência no Brasil? Vivemos em um país tropical com alta incidência de radiação solar e por isso, devemos nos preocupar com o câncer de pele!

O que é Câncer de pele?

O câncer de pele ocorre quando é desenvolvido por mutações nas nossas células da pele, a partir disso, as células crescem descontroladamente e formem uma massa de células cancerosas, o chamado tumor.

Qual parte do meu corpo pode ocorrer câncer de pele?

O tumor se desenvolve principalmente em áreas que são exposta ao sol, como braços, mãos, pernas couro cabeludo, rosto, lábios, orelhas, pescoço, etc.

No entanto, pode acontecer também em regiões não tão expostas ao sol, como palmas das mãos, debaixo das unhas ou até mesmo na região genital.

Qual a causa?

As mutações podem ser causadas devido à exposição da pele pela radiação ultravioleta (UV) encontrada na luz do sol, no entanto outros fatores também podem conjuntamente ou isoladamente causar, como: exposição a substâncias tóxicas ou doença que enfraquece o sistema imunológico, ou ainda a genética pessoal.

Quem deve se preocupar com o câncer de pele?

Todos nós! No entanto, há alguns grupos que estão exposto a maior risco, veja:

  • Se você passa muito tempo exposto ao ao sol, sobretudo se você não utiliza protetor solar, ou roupas com filtro UV.
  • Qualquer pessoa, independentemente da cor da pele, pode ter câncer de pele. No entanto, peles com menos melanina, ou seja, pessoas de pele clara, oferecem menos proteção contra a radiação UV.
  • Pessoas que tem ou já tiveram lesões cutâneas pré-canceroas. Como por exemplo: ceratoses actínias. Esses casos podem aumentar o risco de desenvolver câncer de pele.
  • Quem tem história familiar de câncer de pele. Se um de seus pais ou irmão teve câncer de pele, você pode ter um risco maior de desenvolver a doença.
  • Pessoas com sistema imunológico enfraquecido

Quais cuidados tomar?

  • Evite exposição solar após as 10hr. Os raios solares são mais fortes entre cerca de 10h00 e 16h00.
  • É importante dizer que você absorve a radiação ultravioleta durante todo o dia, inclusive com o céu nublado, por isso, esteja SEMPRE usando protetor solar.
  • Se você trabalha exposto ao sol, compre roupas de trabalho com proteção UV e sempre consulte a dermatologista.
  • Use um filtro solar de amplo espectro com FPS de pelo menos 30, mesmo em dias nublados.
  • Retoque a camada de protetor solar a cada duas horas
  • Use uma quantidade generosa de protetor solar em toda a pele exposta, incluindo os lábios, a ponta das orelhas e a parte de trás das mãos e do pescoço.
  • Use óculos de sol. com bloqueio para radiação UVA e UVB.
  • Diante de qualquer alteração na pele, procure um dermatologista.
  • Se você possui histórico da doença na família, procure um dermatologista para conversar e se informar mais sobre.
  • Sempre que for se expor ao sol, use bonés e roupas claras.

Sinais e sintomas

Existem três principais tipos de câncer de pele: o carcinoma basocelular, carcinoma espinocelular e melanoma.

Or na maioria das vezes acontece em áreas do corpo expostas ao sol, como pescoço ou rosto.

Alguns sinais do carcinoma basocelular: Uma elevação na pele com aspecto ceroso; uma mancha de cor mais escura que a sua pele que pode apresentar semelhança com uma cicatriz, mas que o local não foi machucado anteriormente; Uma ferida sangrando ou com crostas que cura e retorna

Já o carcinoma de células escamosas costuma acontecer em áreas que são expostas ao sol (rosto, orelhas, mãos, pernas,etc). Os seus sinais são: Um nódulo vermelho e que não se movimenta; e elevação em forma de crosta.

Por fim, o melanoma pode se desenvolver em qualquer parte do corpo. Seu sinais são: mancha acastanhada com manchas mais escuras; nódulo que sangra e apresenta diversos tons; elevação na pele com uma borda irregular e porções que aparecem em vermelho, rosa, branco, azul ou preto-azulado; elevação que mostra dor ao coçar; manchas escuras nas palmas das mãos, plantas dos pés, pontas dos dedos das mãos ou dos pés, etc.

Esses são alguns sinais, no entanto, a avaliação precisa ocorrer junto ao médico. Diante desses sinais, não se assuste. Procure um médico, já que os sinais são bem confusos e nem sempre se trata de um câncer. O médico sempre deverá ser consultado.

Selecionadas Pra Você

    • This category has no posts!

Selecionadas Pra Você